quarta-feira, 24 de maio de 2017

LIBERTADORES DA AMÉRICA - CLUBES HOMENAGEIAM NO NOME OS HERÓIS DA INDEPENDÊNCIA - PARTE 5

São muitos os clubes que celebram os personagens que batalharam pela independência dos países latinos. Alguns chegaram a disputar a Libertadores em anos anteriores, como Bolívar, O’Higgins, Morelia e Olmedo. Outros tantos, estão longe do protagonismo, fadados ao semiprofissionalismo, mas não deixam de fazer a contribuição para a história. Curiosamente, no Brasil, o único a receber a honraria é José Bonifácio, na 4ª divisão do Paulistão. O E.C. Dom Pedro Bandeirante, do Distrito Federal, na verdade faz referência a Dom Pedro II.

terça-feira, 23 de maio de 2017

LIBERTADORES DA AMÉRICA - CLUBES HOMENAGEIAM NO NOME OS HERÓIS DA INDEPENDÊNCIA - PARTE 4

São muitos os clubes que celebram os personagens que batalharam pela independência dos países latinos. Alguns chegaram a disputar a Libertadores em anos anteriores, como Bolívar, O’Higgins, Morelia e Olmedo. Outros tantos, estão longe do protagonismo, fadados ao semiprofissionalismo, mas não deixam de fazer a contribuição para a história. Curiosamente, no Brasil, o único a receber a honraria é José Bonifácio, na 4ª divisão do Paulistão. O E.C. Dom Pedro Bandeirante, do Distrito Federal, na verdade faz referência a Dom Pedro II.

segunda-feira, 22 de maio de 2017

LIBERTADORES DA AMÉRICA - CLUBES HOMENAGEIAM NO NOME OS HERÓIS DA INDEPENDÊNCIA - PARTE 3

São muitos os clubes que celebram os personagens que batalharam pela independência dos países latinos. Alguns chegaram a disputar a Libertadores em anos anteriores, como Bolívar, O’Higgins, Morelia e Olmedo. Outros tantos, estão longe do protagonismo, fadados ao semiprofissionalismo, mas não deixam de fazer a contribuição para a história. Curiosamente, no Brasil, o único a receber a honraria é José Bonifácio, na 4ª divisão do Paulistão. O E.C. Dom Pedro Bandeirante, do Distrito Federal, na verdade faz referência a Dom Pedro II.

domingo, 21 de maio de 2017

CAMPEÕES NA EUROPA !!!


Os campeonatos nacionais espalhados pela Europa começam a conhecer os campeões da temporada !!!

QUEM SOBE QUEM DESCE EM PORTUGAL - TEMPORADA 2016/2017


Quem sobe e quem desce nas três principais divisões do futebol português !!

QUEM SOBE E QUEM DESCE NA ESPANHA - TEMPORADA 2016/2017


Quem sobe e quem desce nas três principais divisões do futebol espanhol !!

QUEM SOBE E QUEM DESCE NA HOLANDA - TEMPORADA 2016/2017


Quem sobe e quem desce nas três principais divisões do futebol holandês !!

QUEM SOBE E QUEM DESCE NA ALEMANHA - TEMPORADA 2016/2017


Quem sobe e quem desce nas três principais divisões do futebol alemão !!

LIBERTADORES DA AMÉRICA - CLUBES HOMENAGEIAM NO NOME OS HERÓIS DA INDEPENDÊNCIA - PARTE 2

São muitos os clubes que celebram os personagens que batalharam pela independência dos países latinos. Alguns chegaram a disputar a Libertadores em anos anteriores, como Bolívar, O’Higgins, Morelia e Olmedo. Outros tantos, estão longe do protagonismo, fadados ao semiprofissionalismo, mas não deixam de fazer a contribuição para a história. Curiosamente, no Brasil, o único a receber a honraria é José Bonifácio, na 4ª divisão do Paulistão. O E.C. Dom Pedro Bandeirante, do Distrito Federal, na verdade faz referência a Dom Pedro II.

sábado, 20 de maio de 2017

QUEM SOBE E QUEM DESCE NA FRANÇA - TEMPORADA 2016/2017


Quem sobe e quem desce nas três principais divisões do futebol francês !!

É CAMPEÃO 2017 !!!


Muitos campeões espalhados pelo Brasil nesse 1º semestre de bola rolando.

QUEM SOBE E QUEM DESCE NA ITÁLIA - TEMPORADA 2016/2017


Quem sobe e quem desce nas três principais divisões do futebol italiano !!

QUEM SOBE E QUEM DESCE NA ESCÓCIA - TEMPORADA 2016/2017


Quem sobe e quem desce nas duas principais divisões do futebol escocês !!

QUEM SOBE E QUEM DESCE NA INGLATERRA - TEMPORADA 2016/2017


Quem sobe e quem desce nas quatro principais divisões do futebol inglês !!

LIBERTADORES DA AMÉRICA - CLUBES HOMENAGEIAM NO NOME OS HERÓIS DA INDEPENDÊNCIA - PARTE 1

São muitos os clubes que celebram os personagens que batalharam pela independência dos países latinos. Alguns chegaram a disputar a Libertadores em anos anteriores, como Bolívar, O’Higgins, Morelia e Olmedo. Outros tantos, estão longe do protagonismo, fadados ao semiprofissionalismo, mas não deixam de fazer a contribuição para a história. Curiosamente, no Brasil, o único a receber a honraria é José Bonifácio, na 4ª divisão do Paulistão. O E.C. Dom Pedro Bandeirante, do Distrito Federal, na verdade faz referência a Dom Pedro II.

sexta-feira, 19 de maio de 2017

SÃO PAULO - TODOS OS CAMPEÕES


Charles Miller foi o responsável pela criação do primeiro torneio de futebol no Brasil, no estado de São Paulo. Charles introduziu as regras do futebol em seu país após seu retorno da Inglaterra, onde ele realizada seus estudos e descobrira o esporte.  Em 14 de dezembro de 1901 é fundada a Liga Paulista de Foot-Ball, acrônimo LPF, sendo composta inicialmente por cinco equipes: São Paulo Athletic Club, Internacional, Mackenzie, Germânia e Paulistano. O primeiro Campeonato Paulista de Futebol teve seu jogo de abertura no dia 3 de maio de 1902, no Parque Antártica, com o placar Mackenzie 2x1 Germânia, tendo Eppinghaus, do Mackenzie, marcado o primeiro gol da história da competição. O primeiro 0x0 da história, ocorreu na Chácara Dulley, em 24 de agosto de 1902, no 11º jogo, entre São Paulo Athletic e Internacional. Foi estabelecido no regulamento de que todos jogavam contra todos. Os jogos eram disputados no Parque Antártica, onde o Germânia arrendara um campo (não no mesmo local do atual estádio), na Chácara Dulley, ou no Velódromo de São Paulo, campo na Rua da Consolação onde se disputava provas de ciclismo. A primeira taça foi batizada de Taça Casemiro da Costa. O São Paulo Athletic Club levou a taça depois da disputa de um jogo extra contra o Paulistano, pois ambos empataram na classificação geral com 12 pontos cada. Entre abril e outubro de 1902 estas equipes competiram na primeira edição do torneio, que teve o São Paulo Athletic Club como campeão e o próprio Charles como artilheiro. Diferente da Argentina e do Uruguai, o futebol era restrito às elites em seus primeiros momentos no Brasil. Nos anos seguintes a popularidade do futebol foi crescendo. O Paulistano, uma equipe composta pelos filhos das famílias mais ricas de São Paulo, tornou-se a equipe mais forte do estado. Contudo, a base da popularidade do esporte começou a mudar após a brilhante turnê do Corinthian, uma equipe amadora de Londres, realizada em São Paulo e no Rio de Janeiro. Eles venceram facilmente os melhores times brasileiros da época e causaram uma impressão bastante favorável nos fãns mais jovens do esporte. Em 1912, a LPF começa a sofrer concorrência. Neste ano, houve uma cisão entre os dirigentes. A popularização do futebol era defendido por uns, enquanto outros queriam a manutenção do seu status. Após esse fato, aconteceram várias mudanças no comando do futebol paulista, criando-se a APEA, LAF e a LBF. Até que em 1941 nasce a FPF que teve como clubes fundadores: Juventus, Corinthians, Ypiranga, São Paulo, Palmeiras, Portuguesa, Santos, Comercial da Capital, Portuguesa Santista, Jabaquara e Nacional. O C.A. Albion na verdade é a equipe do Associação Atlética São Paulo Alpargatas que em 1932 optou pela troca de nome e disputou a 2ª divisão do campeonato paulista em 1932 (campeão) e 1935, em 1936 a equipe foi desclassificada nas seletivas e abandonou o futebol. Em 1934 instaurando-se o profissionalismo no futebol, o Juventus licencia-se das competições oficiais. Entretanto, com a denominação de Clube Atlético Fiorentino – camisetas grenás e uma flor de lis branca no peito como escudo, disputa o Campeonato Paulista Amador, e o Fiorentino não teve dificuldades para vencer um a um os seus adversários e conquistar, por antecipação e de forma invicta, o título de Campeão Paulista Amador de 1934 ao bater a Ponte Preta de Campinas na Rua Javari por 5x3.

MINAS GERAIS - TODOS OS CAMPEÕES


O Campeonato Mineiro é organizado pela Federação Mineira de Futebol. Antes de 1958, o torneio chamava-se "Campeonato da Cidade" e era disputado somente por clubes de municípios próximos a Belo Horizonte, como Nova Lima e Sabará. Havia dois torneios interclubes em Minas Gerais. Um deles - o "Campeonato da Cidade" - era disputado somente por clubes próximos a Belo Horizonte. O outro, por clubes da região de Juiz de Fora. O primeiro começou a ser disputado em 1915 e a FMF homologa seus campeões como campeões mineiros; o último teve início em 1918. Excepcionalmente em 1933 houve a união das duas ligas para a criação do primeiro "Campeonato Mineiro" com a presença de clubes do interior. A disputa acabou sendo deficitária pelo amadorismo da época e pela dificuldade de traslado por conta das precárias estradas do estado e em 1934 houve a cisão novamente. Só em 1958 Minas Gerais passou a ter definitivamente um torneio com o nome ‘Campeonato Mineiro’, reunindo clubes de todas as regiões do estado. Essa fórmula atendia aos anseios da CBD e indicava os representantes mineiros na Taça Brasil, que começou a ser disputada em 1959. Muitos talentos do futebol mundial foram vistos pela primeira vez no Campeonato Mineiro. Jogadores como Cerezo, Dadá_Maravilha, Éder, Ronaldo, Reinaldo, Tostão e Gilberto Silva fizeram suas estreias como profissionais neste torneio. O Campeonato Mineiro geralmente proporciona grandes partidas, principalmente aquelas protagonizadas pela rivalidade dos clubes da capital, América, Atlético e Cruzeiro. Atualmente o Campeonato Mineiro é composto por duas divisões. A Primeira Divisão é composta por dois "módulos". O Módulo I é o primeiro nível, e o Módulo II o segundo nível. O torneio conhecido como Segunda Divisão funciona como o terceiro nível do futebol mineiro. Em 2012, a FMF homologou oficialmente o título de 1925 para o América que não havia sido concluído, e lançou o troféu 100º Campeão Mineiro em sua 98ª edição, considerando apenas os anos de 1932 e 1956 com dois campeões e considerando o ano de 1926 com apenas um campeão oficial.

quinta-feira, 18 de maio de 2017

O REBAIXAMENTO CHEGOU !!!


Muitos campeonatos estaduais estão a todo vapor, outros nem começaram e o rebaixamento já é realidade para alguns clubes.

RECREIO DOS BANDEIRANTES FUTEBOL CLUBE - NOVIDADE NO RIO DE JANEIRO

O Riostrense Esporte Clube acaba de oficializar a parceria com um novo time para a disputa do Campeonato Estadual da Série C. Será o Recreio dos Bandeirantes Futebol Clube da cidade do Rio de Janeiro, uma agremiação recém-fundada, que ainda não se encontra filiada aos quadros profissionais da Federação. O treinador será Glauco Carvalho e o elenco já vem treinando com afinco no seu CT localizado em Santa Cruz, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. A estreia será contra o EC Resende. De acordo com o preparador físico Jhonatan, os atletas estão preparados para o imenso desafio de jogar um certame profissional. – Deixamos de ser um projeto apenas e passarmos a time profissional. Queremos muito sucesso nessa árdua caminhada que é disputar a série C – afirmou. Fundado como Silva Jardim, em 2006, o clube, logo no ano de estreia, sagrou-se vice-campeão da Série C do Campeonato Carioca. Disputou a Segunda Divisão até 2009, quando, já renomeado Riostrense, acabou rebaixado.

SANTA CATARINA - TODOS OS CAMPEÕES


A primeira edição do Campeonato Catarinense de Futebol foi disputada em 1924 e contou com a presença de cinco equipes: Avaí, Atlético Catarinense, Externato, Internato e Trabalhista. Com o passar dos anos o torneio foi crescendo, mas teve uma queda em 1927, quando só contou com dois clubes na disputa: Brasil e Avaí. O campeonato cresceu na década de 60. Em 1961 contava com 19 participantes e em 1966 chegou a ter 27 equipes. O domínio nesse período era dos clubes do interior, com destaque para os cinco títulos ganhos pelo Metropol, de Criciúma. Nos anos 80, surgiu como nova força o Joinville, que ganhou a taça 8 vezes seguidas (de 1978 a 1985). A partir de 1988, o torneio ficou mais equilibrado, com uma pequena vantagem para o Criciúma, mas com a volta dos times da capital com toda força. Não houve campeonato em 1933, 1946 e 1963.

RIO GRANDE DO SUL - TODOS OS CAMPEÕES


O início do Campeonato Gaúcho de Futebol foi em 1919, mas só houve um jogo, entre Brasil de Pelotas e o Grêmio de Porto Alegre, ficando a taça com a equipe do interior. Na década de 20 o torneio fixou-se como evento anual. Os clubes que venciam partidas em fases classificatórias regionais, se reuniam para disputar o título em uma única cidade. Foi também nos anos 20 que o Gauchão sofreu suas duas únicas interrupções. Ambas por causa das revoluções (em 1923 e em 1924). A partir do momento que Inter e Grêmio deslancharam e deixaram os clubes do interior para trás, os dois rivais vivem se alternando nos títulos conquistados. Nesse período o Internacional sagrou-se octacampeão, entre 1969 à 1976, fato inédito até hoje.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

CENTENÁRIO DA FEDERAÇÃO DE FUTEBOL DO ESPÍRITO SANTO

Esse é o logo comemorativo ao centenário de fundação da Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo. A FES foi fundada no dia 2 de maio de 1917 com a denominação de Liga Sportiva Espírito Santense (L.S.E.S.). Em 28 de abril de 1938 passou a chamar-se Federação Desportiva Espírito-Santense, sendo a Federação de Futebol do Estado do Espírito Santo fundada em 21 de setembro de 1984.

NOVO LOGO DA EREDIVISIE

A Eredivisie (liga nacional de futebol da 1ª divisão do campeonato holandês) apresenta seu novo logo e que será utilizado a partir da próxima temporada.

SAINT GERMAIN FUTEBOL CLUBE (RO)

Na última semana, a cidade de Ji-Paraná ganhou oficialmente mais um clube de futebol profissional. Com um trabalho direcionado para a formação de atletas de alto rendimento, além de num futuro bem próximo ingressar as competições oficiais, o Saint Germain Futebol Clube é a mais nova agremiação federada do estado de Rondônia. Recentemente o clube assinou filiação junto a Federação de Futebol do Estado de Rondônia FFER. Fundado há dois anos em Ji-Paraná e com o objetivo inicial de oferecer a comunidade local um ambiente adequado e de requinte para a prática do futebol soçaite, o Espaço de Eventos e Futebol Indoor Saint Germain, expandiu, tornado-se um complexo composto por um centro de formação de atletas (escolinha de futebol), que já começa a render frutos. Segundo o empresário Luiz Adolfo Petinati Domene, diretor presidente, o objetivo principal do Saint Germain FC é o trabalho de formação de atletas de alto rendimento. A equipe será ampliada, com profissionais em todas as áreas, de forma a proporcionar um trabalho altamente comprometido na preparação dos atletas da base. Agradeço aos amigos Sérgio Mello e Hewerton Castro pelos desenhos dos escudos e do uniforme do Saint Germain.

NOVO LOGO DA CONMEBOL

A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) apresenta sua nova marca. Depois de renovar os logos da Copa Sul-Americana e da Copa Libertadores, chegou a vez de apresentar o novo logo da instituição.

SYDNEY F.C. COM NOVO ESCUDO

O Sydney Football Club da cidade de Sydney na Austrália que disputa a Hyundai A-League apresenta seu novo escudo. Seguindo a tendência de modernização dos escudos no futebol atual, após Manchester City, Atlético de Madrid, Juventus, West Ham, Queens Park Rangers e o Aston Villa foram algumas equipes que anunciaram um novo escudo. Talvez você nunca tenha ido à Sydney, mas com certeza quando pensa na cidade lembra da Opera House, teatro que é o grande cartão postal da cidade mais conhecida da Austrália. Pois bem, a Opera House que antigamente era presente ao escudo mas aparecia escondida atrás da bola de futebol, ganhou muito mais destaque no símbolo, assim como o nome do clube, que passa a constar dentro do emblema. A bola de futebol foi retirada, outra mudança é a ausência da cor laranja, agora apenas o azul celeste, o azul marinho e o branco são utilizados. O heptagrama também passa a ter mais destaque.

PARANÁ - TODOS OS CAMPEÕES


A disputa pelo título do Campeonato Paranaense de Futebol começou em 1915, com seis equipes na briga: Coritiba, Internacional, Paranaguá, América, Paraná (não o atual) e Rio Branco. Mas no começo do século XX a grande força era o Britânia, que chegou a ganhar seis vezes consecutivas. O título só foi dividido uma vez em 1980, entre o Colorado, atual Paraná Clube e o Cascavel. Um fato marcante no futebol paranaense é a fusão dos clubes. Destaque para o atual Paraná que foi criado em 1990, surgido da união do Pinheiros (que já foi Água Verde e Savóia) com o Colorado (fusão de Britânia, Palestra e Ferroviário). Outra fusão de sucesso foi a que originou o Atlético, nascido da união de Internacional e América. Os clubes da capital do estado partilharam entre si o domínio da competição, e apenas por oito vezes a cidade de Curitiba ficou sem título (num total de 83 edições), sendo o caso mais recente, a edição de 2007, quando quinze anos depois, o título regressou ao interior (se não for contabilizada a edição de 2002, em que os principais clubes fizeram um campeonato separado).

MARANHÃO - TODOS OS CAMPEÕES


O Campeonato Maranhense de Futebol é disputado desde 1918, quando Nhozinho Santos, que depois virou nome de estádio, introduziu o futebol no Maranhão, só não teve campeão em duas edições: em 1929, por causa da da preparação da Seleção do Maranhão que disputaria o antigo Campeonato Brasileiro de Seleções e depois em 1936, quando o motivo foi a revolta do Sampaio Corrêa que não aceitou a fórmula de disputa da fase final do torneio e saiu da competição. Só em 1996 um clube do interior ganharia o título Maranhense. E foi o Bacabal, que no ano anterior contou com a com a presença dos craques Andrade e Adílio. Em 2005 o interior voltou a fazer a festa com o título do Imperatriz da cidade de Imperatriz, que teve outro campeão em 2009, o JV Lideral.

terça-feira, 16 de maio de 2017

CAMPEONATO GOIANO 2017 - 3ª DIVISÃO


O Campeonato Goiano da Terceira Divisão de 2017 após o Conselho Técnico realizado nesta terça-feira (16) definiu todos os aspectos referentes à competição. Dos dez postulantes iniciais apenas o Inhumas desistiu, enquanto Ceres, Jataiense e Pires do Rio confirmaram suas participações após o Conselho Técnico inicial da competição do dia 25 de abril. Assim, os doze times participantes, número recorde na história do Campeonato, ficaram divididos em dois grupos de seis equipes cada. O Campeonato apresenta apenas dois times remanescentes do ano passado, Itaberaí e Raça. Dos dois times rebaixados da Divisão de Acesso do ano passado, participará o Caldas, se ausentando o Caldas Novas que além de suspenso, por desistir de participar da Divisão de Acesso no ano passado. Ceres, Bom Jesus e Morrinhos retornam após terem participado pela última vez em 2015, o União Inhumas em 2008, Pires do Rio e Jaraguá desde 2007 e o Mineiros desde 2003. A Jataiense, retornando ao futebol profissional neste ano, participa pela 1ª vez, após o rebaixamento na Divisão de Acesso em 2012 enquanto o Abecat Ouvidorense, profissionalizado esse ano é o único time estreante. Os jogos acontecem dentro dos respectivos grupos, em turno e returno, contagem corrida de pontos ganhos, classificando-se os dois primeiros colocados de cada grupo para a Fase Semifinal. Nela, 1º do A x 2º do B e 1º do B x 2º do A, em ida e volta, com o 1º colocado de cada grupo na 1ª Fase, tendo a vantagem da partida de volta como mandante e principalmente da igualdade de pontos e gols nos dois jogos para serem finalistas, e, que garantem o acesso à Divisão de Acesso (2ª divisão) em 2018.

CAMPEONATO MINEIRO 2017 - 3ª DIVISÃO


Foi definida na tarde desta terça-feira na sede da Federação Mineira de Futebol a fórmula de disputa do Campeonato Mineiro da Segunda Divisão 2017. A competição contará com apenas 9 times, já que dos 11 convocados para o arbitral, 2 apresentaram suas desistências: Casimiro de Abreu de Montes Claros e Figueirense de São João del Rei estão fora da disputa. A competição começará no dia 29 de julho e termina em 29 de outubro. A fórmula de disputa foi alterada em relação ao ano passado e o torneio será jogado em turno e returno, todos contra todos sendo os dois melhores classificados ao final da competição garantindo a sua vaga no Módulo 2 do ano que vem. A exemplo do ano passado o campeonato será no formato sub-23, com a possibilidade de 5 atletas acima da idade, porém não haverá limite para a inscrição dos mesmos que até 2016 estava limitado a 30 atletas por equipe.